Cases HospSus

Hospital Angelina Caron

Referência em transplantes e responsável pelo maior volume de cirurgias cardíacas do Paraná, o Hospital Angelina Caron, localizado em Campina Grande do Sul, na região Metropolitana de Curitiba, tem direcionado seus esforços para garantir o padrão de excelência e qualidade de atendimento. A instituição possui 311 leitos - 253 para o Sistema Único de Saúde (SUS) – e 60 em UTI. Em 2010, foram realizados cerca de 290 mil atendimentos, dos quais 80% destinados aos pacientes do SUS. No mesmo ano, o número de atendimento em pronto-socorro foi de aproximadamente 90 mil.

Os números não deixam dúvidas sobre a importância da instituição para a rede de atenção à saúde do Estado. Para garantir a segurança e a eficiência dos procedimentos, a instituição tem investido em programas de qualidade como o “Melhor Possível” formado por funcionários de diversas áreas do hospital que vistoriam todas as unidades de trabalho, desde os postos de atendimento até o almoxarifado. A equipe verifica se não há objetos ou pessoas em lugares em que não deveriam estar, caixas de emergência, acondicionamento dos alimentos, validade dos medicamentos, medição de temperatura, entre outros itens, garantindo a segurança dos pacientes.

“Também treinamos periodicamente nossos profissionais, através de equipe multidisciplinar, englobando desde os mais simples procedimentos médico-hospitalares, até os procedimentos envolvendo a alta complexidade”, explica Bernardo Caron, diretor administrativo do hospital. Já os médicos, que desempenham suas atividades exclusivamente em centro cirúrgico, se reúnem semanalmente para estudarem os casos ocorridos neste período.

No Angelina Caron também há um protocolo de atendimento a ser seguido, seja ele no pronto-atendimento, ambulatório ou centro cirúrgico. O paciente tem um acompanhamento multiprofissional antes, durante e após a sua estada no hospital.

HOSPSUS
O Angelina Caron é um dos 49 hospitais paranaenses que fazem parte da primeira fase do HOSPSUS. “Entendemos que é um programa inovador e que poderá servir de exemplo para os demais Estados do Brasil”, ressalta Caron. Sobre a construção do Plano Diretor, que resultará do curso de especialização do HOSPSUS, Caron diz que o hospital pretende discutir as questões referentes ao Plano em conjunto com a equipe administrativa e seu corpo clínico através de reuniões trimestrais. “Deveremos analisar a realidade existente no nosso hospital e, com a participação das citadas áreas de trabalho, propor novos rumos de desenvolvimento, buscando alcançar a melhor alternativa”, adianta.